Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Até hoje, dia 8 janeiro 2014, como Presidente República, Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Cavaco Silva está no poder há 6908 dias (18 anos e 339 dias). .

Agora temos, ao menos, este auxílio: Um relógio com a contagem decrescente para a libertação final!!

Agradecemos ao CDS-PP ter dado a ideia do relógio com contagem decrescente!

Este contador assume que o mandato de Cavaco terminará a 29 de Fevereiro de 2016 (para nosso azar, 2016 é ano bissexto)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

 



Livros recomendados Amazon.co.uk (kindle edition)


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D





CITIUS / Habilus: Uma revolução silenciosa na justiça

Segunda-feira, 18.02.13

Logótipo Portal Citius

Passados quatro anos da sua implementação, o Projeto CITIUS/HABILUS, que permitiu a informatização dos processos judiciais (isto é, a sua digitalização e gravação numa base de dados, ficando os mesmos acessíveis através de um simples click), assume-se como uma verdadeira revolução silenciosa da justiça.

Revolução, porque o acesso aos processos tornou-se de facto mais fácil e muito mais rápido. Silenciosa, porque dado o mérito do anterior Governo na matéria, convém manter o assunto em silêncio.

Mas os efeitos práticos da implementação deste Programa são hoje evidentes:

Perguntem a qualquer a qualquer oficial de justiça o que é CITIUS/HABILUS representa em termos de poupança de horas numa simples notificação de testemunha para um julgamento;

Perguntem a um advogado quantas deslocações deixaram de fazer aos tribunais para ter acesso a um processo;

Perguntem aos magistrados o tempo que poupam no acesso aos processos ou quanto tempo um juiz poupa sempre que pretende ouvir de novo o depoimento de uma testemunha que foi gravado durante julgamento

Perguntem aos inspetores judiciais o tempo que poupam na verificação do cumprimento dos prazos na tramitação dos processos ou na contagem dos despachos e sentenças que cada Magistrado profere.

Perguntem ao Ministério da Justiça ou das Finanças quanto se poupou no envio de milhões de cartas registadas ao ano.

 

Claro que na ânsia anti-Sócrates, a implementação do CITIUS/HABILUS foi muito criticada em 2009, nomeadamente pela Associação sindical dos Juízes (ASJP critica sistema CITIUS de informatização dos processos) e pelo Sindicato dos Magistrados do MP (Sindicato dos Magistrados exige suspensão do Citius).

Mas nesta matéria, como noutras, o tempo veio provar quem tinha razão.

O sucesso do projecto, desenvolvido com prata da casa do Ministério da Justiça, tornou-o agora apetecível aos privados. Vai daí o Ministério da Justiça não teve pudor em transferir este projecto para mãos privadas, transformando-o num negócio, sem respeito pela equipa de informáticos do MJ, que por esse motivo se demitiu em bloco (Demitiu-se a equipa de gestão do sistema informático dos tribunais).

Extraordinário é mesmo o facto de o próprio Sindicato dos Magistrados do MP (SMMP) reconhecer agora as vantagens do CITIUS/HABILUS e alertar para os perigos da sua privatização. Diz agora o SMMP, numa nota no seu site (discreta, porque a luta política ao Governo é coisa do passado): "Tribunais em risco de colapso informático".

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 11:14








Comentários recentes

  • Joao Saturnino

    Parabéns pelo seu blog, especialmente por este "in...

  • Frango Zappa

    Quanto custa o Mario?

  • E os Homens da Luta, por onde anda essa gente? E a...

  • cheia

    Tantos erros, e nem um culpado!

  • MCN

    O problema é a raqzão porque Afonso Camões não diz...