Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Até hoje, dia 8 janeiro 2014, como Presidente República, Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Cavaco Silva está no poder há 6908 dias (18 anos e 339 dias). .

Agora temos, ao menos, este auxílio: Um relógio com a contagem decrescente para a libertação final!!

Agradecemos ao CDS-PP ter dado a ideia do relógio com contagem decrescente!

Este contador assume que o mandato de Cavaco terminará a 29 de Fevereiro de 2016 (para nosso azar, 2016 é ano bissexto)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

 



Livros recomendados Amazon.co.uk (kindle edition)


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D





Manuel Machado e o sistema de Saúde

Segunda-feira, 30.11.09

Manuel Machado, o treinador do Nacional da Madeira, fez uma lipoaspiração no Porto. Operação simples, segundo dizem. Acontece que a coisa correu mal. De volta à Madeira, Manuel Machado sente-se mal e vai para o hospital do Funchal. O treinador sofre de uma infecção que ainda lhe pode tirar a vida.

Não quero fazer política com base na desgraça alheia, mas num país em que tudo se sabe (ou tudo se julga saber), estranho que a Comunicação Social não saiba qual a unidade hospitalar que operou Manuel Machado no Porto.

Estranho, mas desconfio: Se os tivesse, apostava 1 milhão que foi numa unidade privada. Se fosse pública, estariam as televisões a fazer directos, comentadores lamentariam o estado do Serviço Nacional de Saúde, repórteres massacrariam a Sra. Ministra. "Sra. Ministra como é possível numa operação banal, Manuel Machado ficar entre a vida e a morte?"

Assim se molda a opinião pública, exacerbando uns casos, ignorando outros. E passo a passo, o povo acaba por acreditar: "Sistema Nacional de Saúde é mau, o que é bom é o privado".

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 21:39

A frase do ano

Segunda-feira, 30.11.09

Até que enfim que há quem ponha as coisas nos devidos termos. Bravo Mário Lino! 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 20:58

Real politik

Segunda-feira, 30.11.09

Há uns meses atrás, a dias das eleições, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado foi bastante criticado por ir à Líbia comemorar os 40 anos de Kadhafi no poder. A iniciativa também não me seduziu. Afinal, Kadhafi é uma figura muito pouco recomendável, pelo que me questionei: "Mas qual é a necessidade??"

Agora leio: "O Banco Espírito Santo (BES) adquiriu uma posição de 40 por cento do banco líbio Aman Bank, por 37,8 milhões de euros".

O leitor concordará que um negócio destes não se faz ao arrepio da vontade de Kadhafi, e para que essa vontade surgisse, está visto que alguém teve de engolir uns sapos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 20:29

Portugal em 1º lugar no E-Government

Domingo, 29.11.09

«Porque há aquela grande especialidade de transformar as boas notícias em segredos bem guardados nas sociedades», disse hoje Sócrates na Cimeira Ibero-Americana, a propósito do Estudo da Comissão Europeia que coloca Portugal no 1º lugar em termos de Governo electrónico na Europa.

É, de facto, espantoso como é desvalorizado, na nossa imprensa, o esforço feito para tornar o acesso aos serviços da Administração Pública mais fácil, rápido e barato.

Os cidadão seguramente agradecem, a comunicação social e os mensageiros da desgraça é que não.

 

O estudo integral da Comissão pode ser lido aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 15:34

Traição ao proletariado

Sábado, 28.11.09

Que o PSD e o CDS votem no sentido da redução de impostos a pagar pelos empresários, aceita-se à luz da sua doutrina ideológica. Agora que PCP e BE o façam é que é mais esquisito.

Que proporão agora para compensar a quebra de receita? Preferirão que sejam as famílias, em sede de IRS, a pagar a crise? Votarão também ao lado de Portas para acabar com o Rendimento de Inserção Social? Lutarão igualmente pelo definhar da escola pública (na campanha eleitoral, bem que ouvi Jerónimo a pôr reservas na extensão do horário da escolas até às 17h00)?

Assistimos ontem, na Assembleia, uma vergonhosa aliança entre esquerda e direita. Em que a dita esquerda deitou ao lixo a sua matriz ideológica, falando mais alto o seu ódio a Sócrates.

Por mais que se esperneiem, por mais que se expliquem, Louçã e Jerónimo venderam a alma ao diabo. Aprovaram aquilo que a direita, um pouco por todo o mundo, tem vindo a prescrever como remédio para a crise em que nos encontramos: a baixa de imposto para as empresas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 00:52

Rombo de 710 milhões de Euros

Sexta-feira, 27.11.09

A oposição em bloco, depois de ter perdido as eleições de Setembro, aprovou hoje 3 medidas que, no seu conjunto provocam um buraco de 710 milhões de Euros nas contas no Estado só em 2010.

Se não vejamos:

1) A oposição aprovou hoje a suspensão do novo Código dos Regimes Contributivos, adiando a entrada em vigor do diploma, prevista para 1 de Janeiro de 2010. Segundo o DN, o adiamento o diploma implica um acréscimo de receita de 80 milhões de euros em 2010 e de 170 milhões em 2015.

2) O Jornal de Negócios conta-nos que os deputados dos partidos que perderam as eleições aprovaram hoje a extinção do pagamento especial por conta (PEC) a partir do início do próximo ano, bem como a redução da taxa do pagamento por conta. O fim do PEC implica uma perda de receitas fiscais de 300 milhões, enquanto a redução da taxa do pagamento por conta representa uma perda de 330 milhões.
 

Tudo somadinho: 80+300+330= 710 milhões.

Daqui em diante, a oposição é a responsável pela evolução deficit em Portugal, que será seguramente contrária aos interesses nacionais, mas que porventura lhe trará benefícios na lutazinha política.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 14:21

Falha de mercado

Quarta-feira, 25.11.09

Fala-se com frequência do estado da nossa justiça, outros sectores parecem-me bem mais degradados do que a justiça e pouco disso se fala.

Há uns dias davam-nos por garantido que Armando Vara tinha recebido €10.000 de Godinho. Haveria escutas efectuadas com equipamento usado pela Mossad israelita. Depois, mais tarde soube-se que nada disso foi interceptado. Ontem, ficou-se a saber que o juiz de Aveiro afinal não se recusa a destruir as escutas das conversas em que Sócrates participou.

Temos, pois, uma comunicação social seriamente afectada na sua credibilidade.

No meu entender, recorrendo ao jargão económico, existe uma falha de mercado. O mercado, deixado ao seu livre funcionamento, não é capaz de proporcionar ao cidadão uma informação honesta e desinteressada.

Questiono-me qual o remédio para esta falha. Confesso que vacilo na resposta. 

Uma comunicação social à la João Jardim, com forte influência do Estado, também não nos levará por bons caminhos.

Poderá a regulação desempenhar papel relevante? Sem dúvida, mas seguramente não nos moldes da inócua ERC.  No entanto, regulação de conteúdos é a execrável censura.

O tema é complexo e vital para a democracia.

Mas a tomada de consciência de que existe esta falha de mercado, é só por si um ponto de partida para a mesma seja atacada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 19:29

Ingleses arquivam, mas...

Sexta-feira, 13.11.09

O Expresso informa os leitores que os Ingleses do Serious Fraud Office arquivaram o processo Freeport. Notícia relevante, certamente, que decretará o fim do caso Freeport, pensará o leitor.

Nada mais errado: Onde há fumo há fogo, e onde há fogo há esperança, o Expresso lança de novo a dúvida: "75 por cento dos arquivos de contabilidade do Freeport em Londres foram queimados num incêndio".

Incêndio? Como? quando? Onde? Acidente? Fogo posto? Nada se esclarece...

Mas a frase é útil: Há que não dar o braço a torcer, o Sócrates não pode sair desta a bem, o que desapereceu no fogo fica à imaginação de cada um.

A campanha continua, numa banca de jornais perto de si.

Parabéns, Dr. Balsemão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 14:09

Poderia Sócrates ter dito a verdade?

Sexta-feira, 13.11.09

Tirando o aspecto pidesco da forma como o SOL obteve a manchete de hoje, que já aqui referi, devo dizer que acredito no seu conteúdo da mesma. Acredito, claro, que Sócrates já saberia do negócio PT / TVI.

Mas questiono: Poderia o Primeiro-Ministro ter dito a verdade? Poderá um Primeiro-Ministro revelar o que sabe publicamente sobre negócios privados, e que ainda não haviam sido admitidos pelas empresas?

No meu entender a resposta é claramente que não.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 11:21

A oposição irá reagir com publicação de novas escutas

Sexta-feira, 13.11.09

 Esperamos a todo o momento que a oposição reaja, com a publicação de novas escutas:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 10:46








Comentários recentes

  • Joao Saturnino

    Parabéns pelo seu blog, especialmente por este "in...

  • Frango Zappa

    Quanto custa o Mario?

  • E os Homens da Luta, por onde anda essa gente? E a...

  • cheia

    Tantos erros, e nem um culpado!

  • MCN

    O problema é a raqzão porque Afonso Camões não diz...



subscrever feeds



Pág. 1/2