Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Até hoje, dia 8 janeiro 2014, como Presidente República, Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Cavaco Silva está no poder há 6908 dias (18 anos e 339 dias). .

Agora temos, ao menos, este auxílio: Um relógio com a contagem decrescente para a libertação final!!

Agradecemos ao CDS-PP ter dado a ideia do relógio com contagem decrescente!

Este contador assume que o mandato de Cavaco terminará a 29 de Fevereiro de 2016 (para nosso azar, 2016 é ano bissexto)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

 



Livros recomendados Amazon.co.uk (kindle edition)


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D





Para além do déficit

Quarta-feira, 30.03.11
O especialista internacional na área do sector automóvel e da mobilidade defendeu que o carro eléctrico não é uma "moda" e enalteceu o trabalho feito por Portugal no campo da mobilidade eléctrica.
Paolo Garella, consultor internacional do sector automóvel e da mobilidade, explicou ao Negócios as vantagens do modelo de mobilidade eléctrica que está a ser implementado em Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 09:13

Uma ofensa para os caracóis

Terça-feira, 29.03.11

Há dias, Miguel Portas dizia que Passos Coelho tinha a espinha vertebral de um caracol a propósito do facto de PPC ter admitido o aumento de IVA no dia seguinte a ter chumbado o PEC. Na altura a liderança até quantificou o aumento (subiria para 24 ou 25%)....

Entretanto, várias vozes do PSD levantaram-se contra este aumento de IVA. Além disso, PPC já havia escrito no seu livro "Mudar", publicado em 2010, que seria preferível aumentar impostos sobre o rendimento do que aumentar o IVA, pois este imposto é cego, que afecta sobretudo os mais pobres. 

Vai daí, PPC hoje vem outra vez dar um arranjinho (vulgo cambalhota) às suas ideias: "A ideia de que o PSD vai aumentar o IVA não tem qualquer fundamento".

Perante mais esta novidade no discurso político de Passos, resta-nos esperar que as próximas eleições tragam o bom-senso e responsabilidade que tem faltado na São Caetano.

 

Recuperemos as declarações de Portas, que tendo em conta a actuação de PPC que temos visto, me parecem ofensivas...para os caracóis. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 22:57

O Sr. FMI deve pensar que o que vem aí é a AMI

Terça-feira, 29.03.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 22:34

Capucho arrebita para bater no Sócrates

Domingo, 27.03.11

Em Janeiro, António Capucho suspendeu o mandato na Câmara de Cascais, por razões de saúde. Hoje, apareceu cheio de genica para falar sobre tudo e mais alguma, mas sobretudo para bater em Sócrates.

Se, por absurdo, Sócrates perder as próximas eleições, que outro elixir encontrarão as gentes laranjas para estimular o seu recobro? A gestão de uma câmara parece ser um trabalho bem menos estimulante e mais enfadonho do que o tiro ao Sócrates...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 18:11

O que diz Merkel

Quinta-feira, 24.03.11
"É de lamentar que o Parlamento não tenha apoiado as reformas"

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 13:31

Mistérios

Quinta-feira, 24.03.11

As gentes laranjas, e não só, apregoam que o Governo PS é um governo sem credibilidade, e Sócrates é a raíz de todos os males do país. Se acreditamos neste ponto de vista, fica difícil de entender algumas reacções à sua demissão:

 

Juros da dívida disparam após queda do Governo

 

Commerzbank: Demissão de Sócrates é "mais um prego no caixão"

 

Risco da dívida portuguesa perto de máximos

 

Merkel diz que decisão de Sócrates foi "acertada" e "corajosa"

 

"Estou grata a Sócrates", refere Angela Merkel

 

China elogia empenho de Sócrates

 

"Cenário assustador" - jornal de referência alemão ‘Seuddeutsche’. 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 12:45

FMI, não obrigado

Sábado, 19.03.11

Depois de ter visto o título da entrevista de Passos ao CM, só me apetece dizer isto:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 22:55

Querem mesmo ir a votos?

Sábado, 19.03.11

As eleições ainda não estão marcadas, mas o tom de campanha já vai alto na São Caetano. Logo pela manhã de hoje veio Paula Teixeira Cruz dizer que o Governo tinha mentido supostamente porque o Governo havia enviado as linhas orientadoras do PEC à Comissão antes de as ter apresentado aos Portugueses.

A conferência de imprensa da Vice-Presidente do PSD acabou por ser um tiro no pé, e a Comissão já esclareceu o assunto:

Comissão Europeia contraria declarações de Paula Teixeira da Cruz (PSD).

Será que este PSD não quer pensar melhor antes de se meter a votos?
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por sitiocomvistasobreacidade às 22:10

FMI não é um papão, é um Borges.

Quinta-feira, 17.03.11

 

 António Borges, director do Departamento Europeu do FMI

 

O caro leitor poderá estranhar a leveza com que diversos dirigentes da direita portuguesa, especialmente do PSD, tratam a eventual intervenção do FMI em Portugal.  

É estranho, de facto, atendendo às medidas bastante radicais aplicadas por esta instituição, normalmente inspiradas por preconceitos ideológicos liberais como aqui se deu conta.

Mas se nos relembrarmos que António Borges, um barão do PSD, é actualmente o Director do Departamento Europeu do FMI, podemos talvez descortinar o motivo de o FMI ser visto até com alguma simpatia pelas hostes laranjas.

A intervenção do FMI daria a possibilidade a António Borges de ser um Governante deste país, ainda que de forma indirecta. Algumas das ideias que defende, e que nunca teve a coragem de levar a votos, como a privatização da CGD, ou da Segurança Social, poderiam ser aplicadas com a maior desfaçatez e com total impunidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 20:13

O chumbo do PEC explicado pelo Barclays

Quarta-feira, 16.03.11

O Barclays emitiu a sua opinião sobre a actual conjutura política:

 

"Não é a revisão em baixa do "rating", que já era esperada, mas o desfecho da crise política que vai determinar se Portugal vai ter de, muito em breve, recorrer a ajuda externa. Medidas incluídas no novo PEC são as "certas" e vão no sentido "certo".

"Pensamos que Portugal está numa encruzilhada política que provavelmente determinará se o Governo vai pedir nas próximas semanas o acesso ao Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) e, consequentemente, a um programa da UE/FMI", escreve o banco de investimento".

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por sitiocomvistasobreacidade às 18:08








Comentários recentes

  • Joao Saturnino

    Parabéns pelo seu blog, especialmente por este "in...

  • Frango Zappa

    Quanto custa o Mario?

  • E os Homens da Luta, por onde anda essa gente? E a...

  • cheia

    Tantos erros, e nem um culpado!

  • MCN

    O problema é a raqzão porque Afonso Camões não diz...



subscrever feeds



Pág. 1/2