Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Até hoje, dia 8 janeiro 2014, como Presidente República, Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Cavaco Silva está no poder há 6908 dias (18 anos e 339 dias). .

Agora temos, ao menos, este auxílio: Um relógio com a contagem decrescente para a libertação final!!

Agradecemos ao CDS-PP ter dado a ideia do relógio com contagem decrescente!

Este contador assume que o mandato de Cavaco terminará a 29 de Fevereiro de 2016 (para nosso azar, 2016 é ano bissexto)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

 



Livros recomendados Amazon.co.uk (kindle edition)


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D





Actualização das previsões

Quinta-feira, 29.03.12

Como aqui se apresentou, Augusto Santos Silva escreveu no Facebook há dias:

"1. Em julho de 2011, o ministro das Finanças previa -1,7%.
2. Em agosto, já seria -1,8%.
3. Em outubro, ora experimenta lá pôr -2,8%.
4. Um mês passado, já corrigia para -3,0%.
5. Em fevereiro de 2012, a aposta vai nos -3,3,%.
(E, ninguém tenha qualquer dúvida, a série vai continuar...)"

 

E continuou mesmo:

Banco de Portugal prevê recessão de 3,4 por cento em 2012 e uma estagnação em 2013


Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 15:02

O contador da austeridade, 79 dias depois

Quinta-feira, 29.03.12

Passos diz que não haverá mais austeridade, para já

 

Está visto que o contador da austeridade que foi colocado na margem direita deste blog, a 10 de janeiro deste ano, não levará muito a ser parado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 10:14

Em defesa da nossa companhia aérea

Quinta-feira, 29.03.12

 

Se o PS quer marcar a diferença em relação ao Governo e à troika, acho que deve fazer uma oposição bastante firme contra a privatização da TAP e a perda de soberania que isso representa. Os portugueses gostam da sua companhia aérea e querem a sua TAP.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 10:08

Bye, bye Brasil

Segunda-feira, 26.03.12

Tomo nota da falta de empenho do Governo português nas relações com o Brasil. Passos Coelho, ou mesmo Paulo Portas, pouco falam naquele país. O atual governo aposta tudo em Angola, que até merece ter o Ministro Relvas a cuidar das relações com aquele país. Por seu turno, Dilma Rousseff é praticamente ignorada.

A cereja no topo do bolo no desprezo com que este Governo trata o Brasil, está na vontade de rasgar o acordo ortográfico, e que já chamou a atenção da própria Globo.

Esta situação contrasta com a política do anterior governo que colocava o Brasil como central na política externa e que beneficiava da boa relação entre Sócrates e Lula.

Pessoalmente, preocupa-me que as relações entre Portugal e Brasil tenham esfriado tanto. Esta potência mundial emergente, que ultrapassou recentemente o Reino Unido como 6ª economia do mundo, tinha muitas lições a dar a este Portugal à deriva, nomeadamente, sobre a forma como tem conseguido reduzir drasticamente as desigualdades socias, construir uma classe média com poder de compra, e que é hoje o pilar do crescimento económico do país.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por sitiocomvistasobreacidade às 00:11

Em defesa da Escola Pública (3).

Domingo, 25.03.12

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 13:57

A coisa está preta

Sábado, 24.03.12

De início, era apenas um fetiche do Correio da Manhã. Agora passou a ser o tópico mainstream: Bater no Sócrates, mesmo já depois de emigrado.

Tudo serve, Parque Escolar, TGV, renováveis, PPPs, Freeport, Face oculta, cartões de crédito de Ministros, o café que frequenta em Paris. Tudo, literalmente tudo.

Público, Expresso, Económico, RTP, SOL, Correio da Manhã, Cavaco, Juízes, Ministério Público e Congresso do PSD todos convergem num ponto: os males deste país vêm todos desse pulha de nome José.

Parece-me que as razões para esta convergência no tiro ao Sócrates, passado um ano da sua retirada, são diversas, mas seguramente não inocentes. A areia que se atira aos olhos com estórias sobre o ex-PM interessa a muitos.

 

Nicolau Santos, no Expresso, lembra hoje, que enquanto se fala em Sócrates, não se fala do €6 mil milhões que usurparam do BPN:

"Em contrapartida, o ‘caso BPN’, que pode vir a custar aos contribuintes a exorbitante soma de €6000 milhões (!), está na paz do Senhor. Oliveira e Costa é o arguido mais conhecido mas o processo não faz manchetes nem avança, apesar dos nomes sonantes envolvidos na falência do banco. Pelos vistos, é muitíssimo mais urgente crucificar Sócrates, mesmo sem provas, do que defender o dinheiro dos contribuintes, com provas evidentes.”

 

Sem dúvida que o ponto de Nicolau Santos é pertinente.

 

Na minha opinião, a areia que nos atiram sob a forma de Sócrates, pretende sobretudo esconder o falhanço total da política que nos aplicam. Augusto Santos Silva, no Facebook, colocou bem a questão lembrando:

Agora que já toda a gente pode saber a dimensão da derrapagem orçamental dos dois primeiros meses do ano, talvez convenha ter em mente os erros que o ministro das Finanças, sob o verniz da sua sobranceria tecnocrática, vem sucessivamente cometendo. Por exemplo, esta sucessão alucinante de previsões para a quebra do PIB em 2012:
1. Em julho de 2011, o ministro das Finanças previa -1,7%.
2. Em agosto, já seria -1,8%.
3. Em outubro, ora experimenta lá pôr -2,8%.
4. Um mês passado, já corrigia para -3,0%.
5. Em fevereiro de 2012, a aposta vai nos -3,3,%.
(E, ninguém tenha qualquer dúvida, a série vai continuar...)

 

De facto, segundo os dados publicados esta semana, e que a nossa imprensa estoicamente tudo fez para esconder mostravam que Défice do subsector Estado quase triplicou.

O blog Ladrões de Bicicletas apresentou um gráfico que vale mais do que mil palavras para explicar o falhanço destas políticas. Estrondosa recessão, redução das receitas fiscais, mesmo após aumentos de impostos (a começar pelo IVA sobre a energia de 6 para 23%, cujos efeitos já se fazem sentir nestes primeiros 2 meses do ano)

Preparemo-nos, pois: a dimensão dos ataques a Sócrates serão directamente proporcionais ao falhanço deste Governo, que a imprensa tentará a todo o custo escamotear.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 22:50

A decadência

Quinta-feira, 22.03.12

David Cameron, está a tentar todos os meios para impedir o país de entrar em recessão, apesar da deterioração da situação orçamental.

Numa altura em que as desiguladades atingem níveis idênticos de há cem anos, o Reino Unido, reforça a dose.

O Reino Unido três décadas após o consolado de Thatcher, entrou numa fase decadente da sua história.
Acabou com a sua indústria, apostou tudo nos serviços financeiros, acreditando que a City de Londres, que promove o lucro fácil e especulativo, conseguiria asssegurar um crescimento sustentável.
Privatizou serviços de saúde, transportes públicos, como o Metro de Londres. A fatura sai cara, pois o Estado tem de pagar avultadas compensações aos privados, mas como beneficia meia dúzia de poderosos, a coisa passa sem escândalo.
Insatisfeito com os resultados que este modelo económico, Cameron não se lembrou de mais nada: reforçar a dose. Penalizar mais a classe média, e beneficiar os ricos.
Só vejo um mérito na medida de Comeron: Acelerar a decadência, para antecipar uma mudança de rumo no Reino Unido e o enterro das ideias de Thatcher.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 07:57

Eles anda aí

Quarta-feira, 21.03.12

Com métodos mais sofisticados, que incluem a cumplicidade com a comunicação social, mas a matriz de perseguição política é semelhante:

PGR ABRE INQUÉRITO-CRIME A 14 MINISTROS DE SÓCRATES

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por sitiocomvistasobreacidade às 19:30

O Défice do subsector Estado a triplicar e as escolhas editoriais

Quarta-feira, 21.03.12

Com um todo um programa de Governo, assente no endeusamento da austeridade,  a descambar (Défice do subsector Estado quase triplicou), o que é que o Jornal de Negócios, do Grupo Cofina (o mesmo do Correio da Manhã) prefere dar destaque?

Que a Grécia terá um novo ministro das finanças...

 

E você ainda liga patavina ao que esta gente escreve?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 10:15

O Hospital da Luz e a ADSE

Sábado, 17.03.12

A arrogância de quem tem o rei na barriga, levou Isabel Vaz, Presidente do Espírito Santo Saúde, a dizer isto: "Só preciso que o Estado não me chateie".

Se houvesse jornalismo sério e competente ter-lhe-iam perguntado: "E não precisará a ES Saúde dos beneficiários da ADSE e da IASFA (Instituto de Acção Social das Forças Armadas)? Quanto paga o Estado por mês ao Hospital da Luz pelo facto da ADSE e IASFA subvenciarem as despesas incorridas pelos funcionários públicos / militares naquele Hospital? O Hospital da Luz seria viável sem esta subvenção? Isabel Vaz, cuspir na sopa que lhe dá de comer é muito feio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por sitiocomvistasobreacidade às 22:37








Comentários recentes

  • Joao Saturnino

    Parabéns pelo seu blog, especialmente por este "in...

  • Frango Zappa

    Quanto custa o Mario?

  • E os Homens da Luta, por onde anda essa gente? E a...

  • cheia

    Tantos erros, e nem um culpado!

  • MCN

    O problema é a raqzão porque Afonso Camões não diz...



subscrever feeds



Pág. 1/3