Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Até hoje, dia 8 janeiro 2014, como Presidente República, Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Cavaco Silva está no poder há 6908 dias (18 anos e 339 dias). .

Agora temos, ao menos, este auxílio: Um relógio com a contagem decrescente para a libertação final!!

Agradecemos ao CDS-PP ter dado a ideia do relógio com contagem decrescente!

Este contador assume que o mandato de Cavaco terminará a 29 de Fevereiro de 2016 (para nosso azar, 2016 é ano bissexto)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

 



Livros recomendados Amazon.co.uk (kindle edition)


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D





7 ideias para a Social Democracia no Séc XXI: O Ambiente

Sexta-feira, 26.08.11

Palavras bonitas. O tema do ambiente serve frequentemente aos governantes para discorrer palavras bonitas, mas poucas acções.

A Social Democracia actual deve colocar este tema definitivamente no centro da governação. É a sustentabilidade do nosso planeta que está em jogo.

As políticas ambientais esbarram em interesses económicos de curto prazo e na poderosa indústria petrolífera, pelo que são invariavelmente afastadas das prioridades dos governantes. Apenas uma doutrina que pretende balancear o desenvolvimento económico com o equilíbrio social, como a Social Democracia pode atribuir às questões ambientais a importância devida.

Um interessante estudo da revista "Nature" diz-nos que as alterações climáticas têm efeitos sobre a violência e na estabilidade social, em particular em países pobres. Este é sem dúvida um importante dano colateral dos estragos que o Ser Humano tem feito no Ambiente

A aposta nas energias renováveis, matéria em que Portugal tem sido pioneiro, restrições ao uso de automóveis nos centros das cidades, aposta nos veículos eléctricos, promoção do uso dos transportes públicos, investimentos nas áreas de tratamento e reciclagem de resíduos, todas estas iniciativas são vitais para a sobrevivência do nosso planeta e têm de estar no centro da agenda política da Social Democracia.

 

Navegação:

Introdução;

A Guerra e a Paz; A Ética; As Desigualdades Sociais; O Sector empresarial do Estado; A Saúde e Educação; O Reformismo; O Ambiente; O Poder económico subordinado ao poder político;

Conclusões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 19:04








Comentários recentes

  • Joao Saturnino

    Parabéns pelo seu blog, especialmente por este "in...

  • Frango Zappa

    Quanto custa o Mario?

  • E os Homens da Luta, por onde anda essa gente? E a...

  • cheia

    Tantos erros, e nem um culpado!

  • MCN

    O problema é a raqzão porque Afonso Camões não diz...