Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

 



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D


O Estado da Nação de Obama

Quarta-feira, 13.02.13

A pobreza do discurso dos líderes europeus torna-se ainda mais evidente quando se ouve Obama a apresentar a sua agenda para o segundo mandato. Obama apresenta objetivos claros, palpáveis que têm impactos na vida das pessoas.

Na Europa, os discursos de Barrosos, Coelhos e Merkeis limitam-se à reconquista da confiança dos mercados (isto é, não chatear a banca).

 

Como diz, o Washigton Post, se calhar nem todos os objetivos de Obama passarão numa Câmara dominada por Republicanos, mas a verdade é que Obama tem uma agenda, e bastante ambiciosa. Só isso, faz com que se diferencie dos "líderes" europeus como o dia se distingue da noite.

Alguns objetivos de Obama:

  • Enfoque na criaçao de emprego: "But let's be clear: deficit reduction alone is not an economic plan. A growing economy that creates good, middle-class jobs – that must be the North Star that guides our efforts",
  • Que daqui a dois anos, todos as crianças de 4 anos tenha acesso ao ensino pré-escolar,
  • Aumento brutal do salário mínimo (para $9/hora),
  • Programa para a limitação de emissões de carbono,
  • Forte investimento em escolas e infra-estrutura,
  • Forte investimento em investigação e desenvolvimento, nomeadamente na área das energias renováveis,
  • Restrições à compra de armas,
  • Novas leis de imigração,
  • Manutenção de políticas sociais tão bem defendida nesta frase: "To hit the rest of our deficit reduction target, we should do what leaders in both parties have already suggested, and save hundreds of billions of dollars by getting rid of tax loopholes and deductions for the well-off and well-connected. After all, why would we choose to make deeper cuts to education and Medicare just to protect special interest tax breaks? How is that fair? How does that promote growth?"


O texto completo pode ser lido aqui

O vídeo fica aqui


Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 12:07

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.






Comentários recentes

  • Joao Saturnino

    Parabéns pelo seu blog, especialmente por este "in...

  • Frango Zappa

    Quanto custa o Mario?

  • E os Homens da Luta, por onde anda essa gente? E a...

  • cheia

    Tantos erros, e nem um culpado!

  • MCN

    O problema é a raqzão porque Afonso Camões não diz...


subscrever feeds