Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Até hoje, dia 8 janeiro 2014, como Presidente República, Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Cavaco Silva está no poder há 6908 dias (18 anos e 339 dias). .

Agora temos, ao menos, este auxílio: Um relógio com a contagem decrescente para a libertação final!!

Agradecemos ao CDS-PP ter dado a ideia do relógio com contagem decrescente!

Este contador assume que o mandato de Cavaco terminará a 29 de Fevereiro de 2016 (para nosso azar, 2016 é ano bissexto)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

 



Livros recomendados Amazon.co.uk (kindle edition)


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Ana Filipa e o Serviço Nacional de Saúde

Sábado, 29.08.09

 

No Expresso on-line li uma notícia interessante:

"O milagre da Ana Filipa

Ana Filipa é a primeira criança de seis anos com uma ruptura na aorta. Sobreviveu por milagre. Em todo o mundo só há dois casos iguais (...)

O rápido diagnóstico feito no Hospital de Évora pela equipa de pediatras e cardiologistas foi o primeiro passo para o salvamento da rapariga alentejana(...)

A empregada de balcão lembra que os médicos contactaram de imediato o Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide. (...)

"Ainda se pensou na hipótese de a transportar de helicóptero mas alguém lembrou que a trepidação da aeronave podia ser prejudicial para a criança", recorda Ângela Janeiro. O hospital, os bombeiros e a GNR de Évora coordenaram-se para levar Ana Filipa de ambulância até aos arredores de Lisboa. Rodeada de uma escolta policial para não haver carros a atrapalhar. No tempo recorde de 45 minutos, a menina alentejana saiu de Évora e chegou aos cuidados intensivos do hospital de Carnaxide. E pronta para ser operada. (...)

A cirurgia, liderada por Miguel Abecassis, embora complexa, por ser rara em pacientes desta idade e envolver a manipulação dos tecidos numa zona muito delicada, foi um sucesso. "

 

Se há conquista que os portugueses se podem orgulhar é precisamente a do SNS, criado no pós-25 de Abril.

O SNS permitiu que um país com baixos níveis de rendimento, e com um baixo grau de instrução da sua população, obtenha resultados, em termos de sáude, que igualam, ou mesmo superam, as mais ricas nações do mundo.

 

O NY Times não me levará a mal por usar um gráfico que ilustra a melhoria estrondosa dos cuidados de saúde em Portugal.

 

Assim, deste conjunto de países, em 1960, apenas o Chile tinha uma taxa de mortalidade infantil maior que a nossa. Em 2004, Portugal era do 10º do ranking, à frente de países como a Alemanha, EUA, Holanda, Suíça, Austrália ou Inglaterra.

Chamo ainda a atenção, para o Relatório Mundial da Saúde de 2000, que posicionava o desempenho do sistema de saúde português em 12.º lugar a nível mundial, entre 191 países, à frente, por exemplo, do Reino Unido (ver pág. 12 do Relatório).

Diga-se, que de acordo com o mesmo Relatório, Portugal gastava, à data, com a saúde, 8,2% do PIB (pág. 52 do Relatório) . Os EUA gastavam 13,7% do PIB (para obter uma performace inferior à nossa -  37º).

Vemos, pois, que o nosso SNS é uma  história de sucesso.

Estou certo que se não fosse a nossa tendência para o pessimismo e auto-flagelação, os portugueses teriam um enorme orgulho do seu Serviço Nacional de Saúde.

E acima de tudo, estou certo que o clima de desconfiança que paira, muitas vezes, sobre o Serviço Nacional de Saúde interessa e é alimentado por aqueles que fazem da saúde um negócio.

Orgulhemo-nos, pois, do nosso SNS. Uma história de sucesso que, mais do que o milagre, salvou a vida da Ana Filipa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 08:37

2 comentários

De Al`garvio a 31.08.2009 às 01:11

Essa é que é essa.Palavras para quê são os mamõe s,que o Socrates afrontou,medicos ,magistrados,farmaceuticos e outros que tais .Mais uma legislatura com Socrates,para pôr o resto na linha.

De Sofia Loureiro dos Santos a 01.09.2009 às 22:12

Excelente post. Plenamente de acordo.

Comentar post









Comentários recentes

  • Joao Saturnino

    Parabéns pelo seu blog, especialmente por este "in...

  • Frango Zappa

    Quanto custa o Mario?

  • E os Homens da Luta, por onde anda essa gente? E a...

  • cheia

    Tantos erros, e nem um culpado!

  • MCN

    O problema é a raqzão porque Afonso Camões não diz...