Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Até hoje, dia 8 janeiro 2014, como Presidente República, Primeiro Ministro e Ministro das Finanças, Cavaco Silva está no poder há 6908 dias (18 anos e 339 dias). .

Agora temos, ao menos, este auxílio: Um relógio com a contagem decrescente para a libertação final!!

Agradecemos ao CDS-PP ter dado a ideia do relógio com contagem decrescente!

Este contador assume que o mandato de Cavaco terminará a 29 de Fevereiro de 2016 (para nosso azar, 2016 é ano bissexto)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

 



Livros recomendados Amazon.co.uk (kindle edition)


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Entrevista de Teixeira dos Santos

Quarta-feira, 26.06.13

A entrevista Teixeira dos Santos à Judite de Sousa foi bastante interessante e sublinhou a verdade histórica que foi o crime de lesa-pátria que foi do chumbo do Pec IV.

 

Outros excertos

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 23:19

Governo diverge até no estado do tempo

Sexta-feira, 07.06.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 16:29

A destruição da Caixa Geral de Depósitos vista por Nicolau Santos

Terça-feira, 04.06.13

Nunca me satisfez a ideia de limitar salários nos gestores das empresas do Estado, quando as empresas privadas podem pagar o que lhes der na gana. Se o objetivo fosse limitar salários obscenos de gestores de topo (objetivo que teria a minha concordância), o Estado tem uma excelente ferramenta que é a política fiscal, e essa tanto afetaria Gestores públicos como privados.

Ao atingir apenas empresas do Estado, fico desconfiado se o propósito não será outro: aniquilar ou pelo menos definhar o setor público.

Ora, acabadinho de chegar, o Governo reduziu os salários da administração da CGD.

Vem isto a propósito do facto da Assembleia da CGD da semana passada em que o Ministério das Finanças foi incapaz de completar a equipa de gestão da Caixa.

Posto isto, e principalmente depois de ouvir a crónica de hoje de Nicolau Santos na Antena 1 fico com a ideia que tamanho falhanço na Caixa não resulta tanto de incompetência, mas antes de uma estratégia deliberada para destruir o setor público, incluindo o Banco público.

O melhor é mesmo ouvir Nicolau Santos no Contas do Dia de hoje na Antena 1.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 11:23

Um Ministro das finanças da Troika

Segunda-feira, 15.04.13

Excerto do programa de ontem de Sócrates, em que é posto no ar um comentário da TV irlandesa: "Gaspar é um Ministro das Finanças da Troika". É assim que este governo é visto lá fora. Um governo que não está ao serviço de Portugal, mas dos seus credores. Só este comentário devia ser suficiente para que Gaspar saísse imediatamente do Governo, porque ao defender os interesses dos credores, Gaspar não está a defender os interesses de Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sitiocomvistasobreacidade às 11:36








Comentários recentes

  • Joao Saturnino

    Parabéns pelo seu blog, especialmente por este "in...

  • Frango Zappa

    Quanto custa o Mario?

  • E os Homens da Luta, por onde anda essa gente? E a...

  • cheia

    Tantos erros, e nem um culpado!

  • MCN

    O problema é a raqzão porque Afonso Camões não diz...



subscrever feeds